Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

Palavras que magoam

Existem pessoas que para magoarem a outras dizem tudo o que lhes vem á cabeça.

 

E se depois lhes lembrarmos o que nos disseram somos rancorosas.

 

E fico triste, até dá vontade de chorar.

 

Então agora o JP odeia-me porque faço distinção entre os dois . Claro que faço distinção um tem 9 anos e o outro tem 2 e meio além de há duas semanas que está doente e não me larga por um segundo. Dou a atenção que posso ao JP mas não posso estar constantemente com ele pois tenho um puto que anda há já demasiados dias com febre e sem comer.

É verdade que não tenho tempo para me sentar e brincar com o JP mas também não tenho para o M. Pois além do trabalho também sou a "maria "cá de casa pois ninguém mexe uma palha para ajudar a mãe.

É verdade que ando sempre cansada mas também sou eu que me deito ás duas da manhã porque o M não quer dormir, sou eu que acordo de noite para acudir aos dois pois o Pai trabalha de noite.

Um tempinho para mim??? O que é isso????

 Dantes arranjavas-te mais!

Pois é...

 

E de vez em quando vem a melhor:

-és má mãe...


escrito por Pemi às 19:17
link do post | pode pintar á vontade | favorito
|
2 comentários:
De Anjos a 20 de Dezembro de 2008 às 10:56
grita mulher, grita muito, não ajuda mas alivia durante 5 segundos, puta de sina ser mulher foda***
Olha e já agora Feliz Natal!!!
Beijokas


De Dianamae, Rafael e Afonso a 27 de Dezembro de 2008 às 16:06
Olá!
Há coisas que os filhos dizem sem ter noção, houve até coisas que já dissemos aos nossos pais sem ter a intenção de os magoar, ou então sem pensar sequer que os podíamos magoar.
Sabes há alturas para tudo nesta vida, há aquelas em que somos demasiado egoístas, e temos idade para não pensarmos nos outros, só em nós... depois crescemos e começamos a pensar nos outros, a interagir na sociedade e a perceber que as nossas acções podem magoar quem amamos.

Dá-lhe o devido desconto de estar na idade de não se importar muito com o que os outros acham, está na fase de se tentar descobrir, descobrir os seus próprios sentimentos e como pode moldá-los.
Cabe-nos a nós mães, não levarmos muito a sério o que eles nos dizem na sua pré adolescência, mas sempre a dizer-lhes o que nos afecta o que nos disse.
É importante eles irem aprendendo o que está bem ou mal, mas não é por isso que eles deixarão de falar o que lhe vai na cabeça... mesmo sem pensar.

Também de certeza que em alguma idade já respondemos algo desse género aos nossos pais.

Não é bonito de se ouvir... também já ouvi... sabes, também tenho um de 9 anos cá por casa.
Também já me disse que nunca brinco com ele... com ar de que sofre, mas eu também já lhe expliquei (a bem) o meu lado, e ele percebe, mas já me o voltou a dizer... entendes? são putos.

Se ser mãe não é fácil, saber educar muito menos.

Minha querida espero que este natal tenha sido bom aí para esses lados, continuação de boas festas!

Jinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


.O que ando a escrever

. Ai!

. Depressão

. uma cigarrilha

. o pior de tudo

. o mundo por um cigarro

. Bater asas e voar

. e mais merda

. ...

. Ás vezes

. Há dias em que não vivemo...

.Memórias

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds