Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

Palavras que magoam

Existem pessoas que para magoarem a outras dizem tudo o que lhes vem á cabeça.

 

E se depois lhes lembrarmos o que nos disseram somos rancorosas.

 

E fico triste, até dá vontade de chorar.

 

Então agora o JP odeia-me porque faço distinção entre os dois . Claro que faço distinção um tem 9 anos e o outro tem 2 e meio além de há duas semanas que está doente e não me larga por um segundo. Dou a atenção que posso ao JP mas não posso estar constantemente com ele pois tenho um puto que anda há já demasiados dias com febre e sem comer.

É verdade que não tenho tempo para me sentar e brincar com o JP mas também não tenho para o M. Pois além do trabalho também sou a "maria "cá de casa pois ninguém mexe uma palha para ajudar a mãe.

É verdade que ando sempre cansada mas também sou eu que me deito ás duas da manhã porque o M não quer dormir, sou eu que acordo de noite para acudir aos dois pois o Pai trabalha de noite.

Um tempinho para mim??? O que é isso????

 Dantes arranjavas-te mais!

Pois é...

 

E de vez em quando vem a melhor:

-és má mãe...


escrito por Pemi às 19:17
link do post | pode pintar á vontade | favorito
|
2 comentários:
De Anjos a 20 de Dezembro de 2008 às 10:56
grita mulher, grita muito, não ajuda mas alivia durante 5 segundos, puta de sina ser mulher foda***
Olha e já agora Feliz Natal!!!
Beijokas


De Dianamae, Rafael e Afonso a 27 de Dezembro de 2008 às 16:06
Olá!
Há coisas que os filhos dizem sem ter noção, houve até coisas que já dissemos aos nossos pais sem ter a intenção de os magoar, ou então sem pensar sequer que os podíamos magoar.
Sabes há alturas para tudo nesta vida, há aquelas em que somos demasiado egoístas, e temos idade para não pensarmos nos outros, só em nós... depois crescemos e começamos a pensar nos outros, a interagir na sociedade e a perceber que as nossas acções podem magoar quem amamos.

Dá-lhe o devido desconto de estar na idade de não se importar muito com o que os outros acham, está na fase de se tentar descobrir, descobrir os seus próprios sentimentos e como pode moldá-los.
Cabe-nos a nós mães, não levarmos muito a sério o que eles nos dizem na sua pré adolescência, mas sempre a dizer-lhes o que nos afecta o que nos disse.
É importante eles irem aprendendo o que está bem ou mal, mas não é por isso que eles deixarão de falar o que lhe vai na cabeça... mesmo sem pensar.

Também de certeza que em alguma idade já respondemos algo desse género aos nossos pais.

Não é bonito de se ouvir... também já ouvi... sabes, também tenho um de 9 anos cá por casa.
Também já me disse que nunca brinco com ele... com ar de que sofre, mas eu também já lhe expliquei (a bem) o meu lado, e ele percebe, mas já me o voltou a dizer... entendes? são putos.

Se ser mãe não é fácil, saber educar muito menos.

Minha querida espero que este natal tenha sido bom aí para esses lados, continuação de boas festas!

Jinhos


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 12 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.O que ando a escrever

. Ai!

. Depressão

. uma cigarrilha

. o pior de tudo

. o mundo por um cigarro

. Bater asas e voar

. e mais merda

. ...

. Ás vezes

. Há dias em que não vivemo...

.Memórias

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds